quinta-feira, 21 de abril de 2011

Continuação do Texto Um dia ensolarado para nos brindar

Após meu DONO sair para o trabalho, fico sozinha em casa com meus pensamentos e desejos por meu DONO muito maior, a cada dia, cada toque, cada gesto meu amor e submissão a ele só cresce.
Vejo-me entregue de todas as formas, minhas vontades são dele, meus desejos só tem sentindo porque o DONO de MIM esta em meu ser domina sem pudores ou restrições tudo em mim.
Ainda com a sensação dos momentos deliciosos que tivemos pela manha vou cuidar do nosso cantinho deixá-lo como o DONO gosta e deseja. Fico perdida entre meus afazeres e meus desejos, a necessidade de me tocar ... De gozar novamente para meu DONO por meu DONO toma conta do meu corpo, da minha mente ... de repente o telefone toca e assustada saio do transe e corro para atender ...
Ao dizer alo só escuto a risada deliciosa e safada do meu DONO


* Cadelinha o que esta fazendo 


* Ola meu SR ... estou cuidando do nosso cantinho e pensando em ti.


* Hummmm ... Cadelinha safada ta pensando no DONO e? Não foi suficiente a nossa deliciosa manha?


* Foi maravilhoso meu SR, mas a sua cadelinha te deseja mais e mais


* Então se prepare minha cadela que hoje tem mais, és minha e não tem como fugir!


* Nem quero fugir meu SR ... Estou cativa de ti


* Ótimo agora escute , termine seus afazeres e quando estiver com tudo feito me ligue , tenho tarefas a serem cumpridas entendeu?


* Sim meu SR


* Beijos minha cadelinha deliciosa ate breve


* Beijos meu Sr DONO de mim


Desligo o telefone tensa tentando imaginar o que meu DONO ira desejar.
O tesão toma conta de mim, fico inquieta.
O telefone toca novamente e o DONO meu coração salta ate a boca


* Cadela esta proibida  de se tocar entendeu?


* Mas Senhor, estou te desejando tanto me deixe se tocar pensando em ti , porque não posso me tocar Sr ?


* Quieta cadela não me questione, não quero que se toque entendeu?


* Sim SR


* E por ter me questionado já sabe o que te espera


Meu DONO desliga o telefone sem dizer uma palavra mais  e isso corta a minha alma, ele nunca desliga sem se despedir, sem mandar beijos ou dizer que esta me querendo.


Coloco o telefone no lugar e me jogo no chão choro como nunca chorei e uma dor que me corta a alma, sangra o meu coração me sinto a pior das pessoas por ter questionado meu DONO fico mais de uma hora chorando sem conseguir parar, angustiada, pois meu Senhor nunca fica tanto tempo assim se me ligar nem que seja para dizer um Oi... Ou somente para dizer que esta a cuidar de mim mesmo que de longe.
Mesmo sem forcas para mais nada levanto do chão e vou cuidar dos meus afazeres não posso deixar meu DONO mais bravo do que já esta... Minha mente que antes estava imaginando quais seriam as tarefas a serem cumpridas, agora se tortura tentando imaginar qual será meu castigo, mas meu DONO sabe que só de não estar me ligando já esta me castigando e profundamente. Sigo o restante da manha envolvida com meus afazeres de casa e com a angustia de ter magoado meu DONO.


Treze horas termino meus afazeres a casa esta deliciosamente limpa , cheirosa , como tanto gosto e meu DONO deseja que sempre esteja ... Vou para o banho e me arrumo coloco um vestido leve cabelos soltos e vou ate nosso quarto para ligar para o DONO como ordenado.


O medo toma conta de mim como será que meu DONO ira me tratar!


Tomo coragem e ligo para o DONO afinal apesar dos meus medos são ordens e devem ser cumpridas


O telefone toque uma, duas, três, quatro, cinco vezes e nada do DONO atender isso me faz tremer de repente o DONO me atende rude


* Alo o que você quer?


* Boa tarde SR, estou ligando para informá-lo que já terminei meus afazeres


* Ótimo e desliga o telefone


Fico olhando para o fone sem saber que atitude tomar, volto a ligar? Não irei esperar a vontade do meu DONO, coloco o fone na base e me deito e choro copiosamente ate dormir...


Acordo exausta e olho para relógio levo um susto já passa das 15:30  pulo da cama corro para o banheiro tomar meu banho já esta quase na hora do DONO chegar e tenho que estar pronta.


Vou ate a lavanderia pegar minha toalha quando levo um susto o meu Senhor esta ali na sala sentado quieto serio, não me olha continua a ver a TV.


Chego próximo ao meu Senhor meu ajoelho e quando abaixo para beijar-lhe os pés ele só diz NÃO... Um sonoro NÃO que foi como uma chicotada... corta-me por inteiro... Fico ali de ajoelhada de cabeça baixa as lágrimas escorrendo o corpo começando a balançar, pois o choro não para.


Mais uma vez as únicas palavras que escuto do DONO e  (meu nome) me deixe em paz não quero vc perto de mim nem aos meus pés por esses momentos, Saia tome seu  banho e me espere no quarto,  


Quando escuto meu nome meu corpo desfalece me levanto e vou para o banho... O DONO só me chama pelo nome quando estamos em algum lugar publico (e isso e às vezes porque o DONO só me chama de sua menina,sua delicia ou amor mesmo que em locais públicos ) ou quando estamos com a minha família ou a dela  fora isso nunca.


Vou para o banho chorando sem saber o que pensar e em como será de agora em diante ...  termino meu banho e comeco a secar meu cabelo o DONO adoro meus cabelos soltos sedosos e cheiroso ... passo o oleo que ele adoro em meu corpo e me preparo para sair do banho  o medo toma conta de mim  não sei o que me espera .

Quando chego na porta do quarto meu amado DONO ja se encontra lá sentado em nossa cama a mesma que na parte da manha foi o palco de momentos deliciosos de amor , tesão cumplicidade e agora eu nao sabia o que aconteceria ali , entro de cabeça baixa não tenho coragem e de olhar nos olhos do meu amado DONO .

Ele se levanta sem dizer uma palavra chega bem próximo a mim que se eu me concentrar posso ouvir o pulsar do seu coração ...

* Me olhe nos olhos cadela

* Sim Senhor .

Olho nos olhos do meu DONO e só consigo ver a decepção neles a tristeza e isso faz meus olhos encherem de lágrimas e não consigo me segurar e as lágrimas rolam sem controle.

* Você  sabe cadela que o dia de hoje era para ser diferente não sabe ?

* Sim Senhor eu sei perdão

*  Se limite a me responder somente sim SR e não SR entendeu cadela ?

* Sim Sr

* Vire-se .

Quando me virei sinto as mãos fortes do meu DONO em meus braços me segurando assim me  leva ate a cama e me empurra . Caio de  barriga para baixo só sinto o peso do corpo do meu DONO sobre o meu e suas mãos ágeis a me percorrer o corpo ... sinto meu corpo a tremer com o toque dele será que ele me perdoou será ?  quando sinto suas mãos entre minhas pernas não consigo me controlar e fico todo molhada o tesão tomando conta de mim ... Dono para de me tocar e começa a amarrar minhas mãos , mês pés ... coloca os travesseiros em baixo da minha barriga deixando meu bumbum em uma posição privilegiada a ele .

Fico totalmente sem movimentos e  de repente percebo meu DONO andando dentro do quarto de um lado para o outro a me observar , isso me deixa em pânico não sei o que esperar ... os minutos passam e para mim parecem uma eternidade  quando menos espero sinto o chicote me cortar a pele ... dou grito mais de susto do que de dor.

* Cale a boca cadela , não quero ouvir sua voz , seus gritos e nem seu choro .

Meu DONO sabe do pavor que tenho do chicote nunca o senti e tínhamos combinado que o dia de senti-lo chegaria logo , mas que seria prazeroso para mim  ... Só que o meu  Senhor antecipou e como forma de castigo ... mas uma  chicotada e sinto as lágrimas comecarem a descer pelo rosto  ...a cada chicotada um grito sufocado enfio minha boca na cama no desespero de não emitir nenhum som .  sinto meu corpo desfalecer a  dor e insuportável não sei quantas chicotadas foram dadas mas foram  o suficientes para me fazerem entender  que eu tinha me comportado errado.

Alguns momentos se passam  sinto as mãos do meu DONO tocando as marcas  com carinho , ele as beija e  me desamarra ... ainda chorando fico ali na cama imóvel

Dono me vira e com todo o carinho olha em meus olhos e me beija demoradamente ...

* Sabes porque foi castigada não sabe minha cadelinha ?

* Sim Sr eu sei

* E porque foi castigada ?

* Porque o questionei meu Senhor , por que estraguei o que poderia ter sido um dia maravilhoso

* Sim foi por isso por ter me questionado por estragar o que tinha planejado para o restante do nosso dia

* Perdão meu Senhor , e obrigado por me corrigir

* Esta perdoada minha menina ... Agora vamos levante-se , me de suas mãos e vamos para o banho quero cuidar da minha menina que tanto amo

* Sim Sr

Olhando nos olhos do meu amor , meu Senhor o Dono de mim começo a chorar novamente as lágrimas não param.

Me arrumo nos braços do meu Dono e  sinto os braços dele a me cobrir , me proteger ...

E ali em silencio sentindo meu DONO digo em meio as lágrimas

* Te amo e obrigado por fazer de mim sua mulher , sua submissa sua somente sua meu DONO de MIM , Senhor da  vida , da minha alma ...  Senhor de mim ... Dono de mim

Sem dizer uma palavra nos beijamos ...

2 comentários:

  1. excitante... instingante!
    Dom, sotudo esse!

    ResponderExcluir
  2. Um lindo texto, acredito que vc tenha se superado e que na sua forma de ver tenha sentido td o q escreveu, parabéns moça... bjs

    ResponderExcluir