quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Sonhos !? Desejos!? Realidade!? Ou so um conto !?





O dia começou como todos os anteriores a rotina de sempre , acordar cedo, preparar o café da filhota acompanha-la até o portão para mais um dia de escola .

Mas hoje algo estava estranho arrepios pelo corpo uma sensação de desconforto , volto para cama esperando ansiosa como todos os dias o " bom dia minha cadelinha " do Dono ... ah como ouvir a voz do Dono já cedo dá um animo o dia só começa depois de ouvir o som da voz do Dono... me enfio embaixo das cobertas e fico ali quieta só esperando , toca o celular é o Dono ...

- Bom dia minha cadelinha
- Bom dia Dono
- Dono só ligou para te deixar beijos e te desejar um ótimo dia ... levanta que já esta na hora de ir se arrumar para o trabalho ...

Nós falamos por mais alguns minutos e Dono desliga ... levanto feliz ,radiante e vou começar a me arrumar para o trabalho ... O dia segue sem muitas novidades trabalho , trabalho num intervalo e outro corro para deixar os recados para o Dono como são feitos todos os dias ...

Chega final da tarde Dono fica online nos falamos mais um pouco coisas  do N/nosso dia a dia , chega o horário do Dono ir embora seu dia foi corrido reuniões e mais reuniões mal conseguimos nos falar durante o dia ... sinto falta quando os dias são assim para o Dono nossos contatos ficam vagos , nada ou quase nada de sms, ligações rápidas, me despeço do Dono e continuo o restante do trabalho ainda tenho mais 1 hora pela frente ...

Aquela sensação de desconforto as tais borboletas no estomago calafrios não passam só aumentam sensação de que algo esta para acontecer e não sei o que será bom ou ruim !!
Fim de expediente vou ao banheiro me arrumar para ir embora ...

Vou para o ponto do ônibus a sensação que não passa entro no ônibus sento e fico com o olhar perdido para rua procurando não sei o que ... meus pensamentos longe tentando entender o que é isso que estou sentindo essa angustia, aflição , medo sei lá ... desço do ônibus e começo a seguir pela rua distraída rumo ao ponto final do ônibus para casa nem percebo quando um carro para ao meu lado devagar ... Sou tirada dos meus pensamentos por um grito e a porta de um carro se abrindo ...

- Entra sua puta agora !!!

Fiquei paralisada, sem saber o que fazer  o que pensar em panico ... Novamente ele grita bravo , alto

- Anda sua puta entra que estou mandando !!!

Entrei em panico não tive outra reação a não ser andar mais rápido as lagrimas de panico já estavam escorrendo só consegui escutar a porta do carro se fechando atrás de mim.
Não conseguia correr , gritar, minhas pernas pareciam pesadas , quando sinto uma mão me pegando pelos cabelos me fazendo parar a força . 

Parei gelada em panico, as lagrimas escorrendo pelo rosto , olhos fechados com medo , pavor , panico .

A rua que estou tão acostumada a caminhar sozinha a mais de 5 anos hoje me era desconhecida , uma rua calma um trecho pequeno sem saída, meia luz movimento de poucas pessoas que quando passam por lá estão com pressa pois querem logo chegar ao seu destino , botecos quase sempre vazios os poucos que ali estão são bêbados que mal se seguram em pé relaxando de mais um dia pesado de trabalho ... pessoas que hoje me parecem mais distantes mais estranhas do que o normal pareço invisível.

O pavor já tomou conta de mim ...

Ele com toda a brutalidade me segura pelos braços , e segue me puxando ate o carro , não consigo vê-lo , só sinto a respiração forte , acelerada ... Ele me encosta no carro, com o corpo pesado , forte me imobiliza e com as mãos vai percorrendo cada parte do meu corpo, enfia a mão por baixa da minha saia e me apertar com força ... e com uma rapidez coloca uma venda nos meus olhos e com outro pano amordaça minha boca ... fico em panico ... só consigo pensar no que ele fará comigo ... tenho medo , começo a tremer ... Ele abre a porta do carro e me faz entrar ...não diz mas nada ... só sinto a respiração forte ...  Ele entrar no carro, os poucos segundos pareceram uma eternidade  e fica ali quieto ... Ele toca meu rosto ... um toque que mistura delicadeza com crueldade , seca minha lagrimas e quando menos espero me da um tapa na cara que me faz perder o pouco de sanidade que tinha ... Uma mistura de medo e tesão tomou conta de mim ... me assusto com meus sentimentos ... o choro não para mas e silencioso ... Ele liga o carro e segue não sei para onde ... fico imóvel , naquele momento não consigo pensar em nada , depois de muito rodar o carro para de repente , escuto ele descer , não diz uma palavra só escuto os passos dele que aos poucos vão sumindo ... fico ali vendada , amordaçada sem saber onde e o que esta prestes a acontecer ...

continua ...



2 comentários:

  1. Oláá.. conhecendo seu blog.. gostei muito.. seguindo.. :P

    Bjos da lua.. :)

    ResponderExcluir
  2. Olá docinho.. :)))

    Vim aki.. li.. gostei.. e te aviso q tem um presente para vc no meu blog.. :)))

    Beijokas

    ResponderExcluir